PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE COMO PATAMAR CIVILIZATÓRIO PARA FORMAÇÃO DE UMA NOVA CIDADANIA PLANETÁRIA

Autores

  • Cristóvão Suter Tribunal de Justiça -RR
  • Rômulo Barbosa Ministério Público do Estado dp Amazonas
  • Edson Silveira

Palavras-chave:

Questão ambiental. Direitos humanos. Planetariedade. Cidadania.

Resumo

A sociedade pós-moderna, neste início de século XXI, sente os impactos do capitalismo global, caracterizado pela concentração de riqueza e a superexploração dos recursos naturais. Desde o momento em que a questão ambiental ganha a atenção da comunidade internacional, novos direitos são revelados e acrescentados ao rol de direitos humanos, influenciando o ideário e formação dos cidadãos nesta quadra da história. Cabe à presente geração revisar valores e comportamentos, além de educar a geração porvir a partir do sentimento comum de humanidade e destino comum ínsito ao conceito de planetariedade.  O nascimento da cidadania planetária se mostra como correção de rumos traçados na sociedade industrial, de forma a garantir a melhor interação com o planeta e relacionamento entre seus habitantes, em projeto de concretização de um novo patamar civilizatório.

Downloads

Não há dados estatísticos.
https://www.fragmaq.com.br/blog/entenda-as-diferencas-entre-sustentabilidade-fraca-e-forte/

Downloads

Publicado

07/07/2021

Como Citar

SUTER, C.; BARBOSA, R.; SILVEIRA, E. PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE COMO PATAMAR CIVILIZATÓRIO PARA FORMAÇÃO DE UMA NOVA CIDADANIA PLANETÁRIA. Boletim do Museu Integrado de Roraima (Online), Brasil, v. 14, n. 01, p. 49–59, 2021. Disponível em: https://periodicos.uerr.edu.br/index.php/bolmirr/article/view/993. Acesso em: 27 out. 2021.