Conexão e conectividade dos acadêmicos do ensino superior público em Roraima

Desafios e necessidades para implementação das aulas remotas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24979/ambiente.v14i1.866

Palavras-chave:

Tecnologias Digitais, Aulas Remotas, Conectividade, Acesso à internet

Resumo

No século XXI a internet tem se tornado uma tecnologia decisiva na vida das pessoas, principalmente com o advento da comunicação sem fio, gerando o que se pode chamar de “sociedade em rede”. Porém, existe um descompasso entre as pessoas que possuem acesso às tecnologias digitais e à internet, e aquelas que estão na condição de exclusão digital. Com a pandemia causada pelo novo Coronavírus e, consequentemente, com a obrigatoriedade do distanciamento social, o acesso às tecnologias digitais e à internet tornou-se ainda mais necessário. Neste sentido, a partir das definições de conexão e conectividade, este estudo apresenta os resultados de pesquisa realizada com acadêmicos de uma universidade pública do estado de Roraima/Brasil, que verificou a possibilidade e/ou viabilidade da substituição das disciplinas teóricas presenciais por aulas que utilizem meios e tecnologias de informação e comunicação. A pesquisa, de caráter descritivo, com abordagem qualitativa, foi realizada por meio de coleta de dados online, tendo como objetivo conhecer o perfil tecnológico, do ponto de vista de acesso às tecnologias digitais e de conexão e conectividade com a internet dos alunos de graduação e pós-graduação. Os resultados apontam que os acadêmicos entrevistados, de forma geral, possuem acesso aos dispositivos para conexão com a internet, porém, não possuem pacote de dados móveis suficientes para acompanhar aulas por meio de videoconferências. No entanto, a maioria dos acadêmicos entendem que as aulas por meio das tecnologias de comunicação e informação se fazem necessárias, confirmando seu interesse continuar o semestre letivo de forma remota.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wender Antônio da Silva, Universidade Estadual de Roraima/UERR

Wender Antônio da Silva, é doutor em Educação em Ciências e Matemática pelo Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática da Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática (REAMEC) vinculado a Universidade Federal de Mato Grosso / Universidade Estadual do Amazonas / Universidade Federal do Pará, mestre em Ciências (Ênfase em Computação) pelo programa de Pós-Graduação da Faculdade de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Uberlândia-MG, especialista em Docência Universitária e bacharel em Sistemas de Informação pelo Instituto Luterano de Ensino Superior de Itumbiara, Goiás. Atuou como Professor Auxiliar nos cursos de Sistemas de Informação, Ciência da Computação, Psicologia, Pedagogia, Matemática, Ciências Contábeis e Agronomia do Instituto Luterano de Ensino Superior de Itumbiara, onde também atuou na Comissão Própria de Avaliação Institucional (CPA). Foi professor bolsista da Universidade Federal de Roraima, onde atuou especificamente no Núcleo de Educação a Distância (NEaD). Foi professor dos cursos de tecnologia da Faculdade Estácio Atual. É professor efetivo da Universidade Estadual de Roraima, onde atuou no Núcleo de Educação a Distância (NEaD) como coordenador geral da Universidade Aberta do Brasil. Atualmente faz parte do colegiado do curso de bacharelado em Ciência da Computação e do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (Mestrado Profissional).

Sérgio Mateus, Universidade Estadual de Roraima/UERR

Professor do Curso de Direito da Universidade Estadual de Roraima – UERR, possui graduação em Direito pela Universidade Federal de Roraima (2006). É especialista em Ciências Penais com formação para o exercício do Magistério Superior pela Universidade do Sul de Santa Catarina (2008), em Direito Público pela Universidade Anhanguera-Uniderp (2010), em Direito Constitucional pela Universidade Anhanguera-Uniderp (2011) e em Direito Tributário pela Universidade Anhanguera-Uniderp (2011). É Mestre em Segurança Pública, Direitos Humanos e Cidadania pela Universidade Estadual de Roraima (2018).

Fernando Albuquerque Costa, Instituto de Educação da Universidade de Lisboa

Fernando Albuquerque Costa (PhD) é professor e investigador na área de Tecnologia Educacional do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, onde integra a Unidade de Investigação I&D (UIDEF). É professora na Universidade de Lisboa desde 1988, até 2008 na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação. Atualmente é o diretor acadêmico do Mestrado em Educação e Formação (e-Learning e EAD), coordenando também a Licenciatura em Educação e Formação. Os seus principais interesses de investigação estão relacionados com Currículo e Tecnologia Digital e com Inovação de Práticas Educativas e Processos de Aprendizagem, tendo abordado nestas áreas 6 teses de doutoramento (7 em curso), 5 pós-doutorados, 2 doutorados em Sandwich e 40 teses de mestrado académico. Em nível internacional, Fernando coordenou até agora equipas portuguesas de diferentes projectos europeus de investigação na área da utilização pedagógica das TIC, incluindo projectos sobre avaliação de multimédia educativa, sobre práticas pedagógicas inovadoras, sobre portefólios electrónicos e desenvolvimento profissional de professores, sobre ajudas de professores na criação de conteúdos para ambientes de aprendizagem e sobre o desenvolvimento de competências digitais de educadores de adultos. A nível nacional, pelo Ministério da Educação, foi coordenador i) do Projecto de Ensino a Distância para Alunos Itinerantes; ii) o estudo nacional sobre Competências de Professores em TIC; e iii) o Projecto de Resultados de Aprendizagem na área das TIC para Estudantes. Mais recentemente, ele coordenou dois projetos de I&D, ambos com o objetivo de promover a integração das TIC na prática de professores e alunos, e outra com o objetivo de promover a alfabetização digital de adultos. Atualmente, Fernando integra a equipe de pesquisa do projeto Game Course - Improving CollegeLearning with Gamification. Fernando possui mais de cem publicações (www.researchgate.net/profile/Fernando_Costa10), sendo membro do conselho editorial de várias revistas científicas internacionais, como a Digital Education Review (http://revistes.ub.edu/index. php / der), e codiretor da primeira revista científica online na área das TIC na educação e formação publicada em Portugal.

Janaine Voltolini de Oliveira, Universidade Estadual de Roraima - UERR

Doutora em Geografia pela Universidade Federal do Ceará - UFC, mestre em Políticas Públicas pela Universidade Federal do Maranhão - UFMA e especialista em Meio Ambiente e Políticas Públicas pela Universidade Federal de Roraima - UFRR. Docente no curso de Serviço Social da Universidade Estadual de Roraima - UERR, assistente social do Tribunal de Justiça do Estado de Roraima - TJRR, atuando na 1ª e 2ª Varas da Infância e da Juventude - 1ª e 2ª VIJ/TJRR e integrante do Banco Nacional de Formadores da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados - ENFAM.

Melanie Kaline Truquete, Universidade Federal de Roraima/UFRR

Graduada pela Universidade Federal de Roraima (UFRR) em Licenciatura Plena em Física, com Pós Graduação Stricto Sensu na área de Física da Matéria Condensada, com pesquisas destinadas ao Estudo de Solos e Sedimentos de Roraima e concentração de minérios TRs. Possui experiência em Docência para o Ensino Básico, Técnico e Tecnológico; Atividades itinerantes; Docência no ensino a Distância, nos seguimentos: Ensino de Pós Graduação Lato Sensu e ensino Técnico Profuncionário pela Rede E-tec Brasil . Atualmente é professora de Magistério Superior da Universidade Federal de Roraima, lotada no Curso de Licenciatura em Educação do Campo, atuando principalmente nos seguintes temas: Ensino de Física, Educação (no) campo, Metodologias - inovações tecnológicas e diversidade.

Referências

ALMEIDA, Lília Bilati de; DE PAULA, Luiza Gonçalves. O retrato da exclusão digital na sociedade Brasileira. Revista de Gestão da Tecnologia e Sistemas de Informação, Volta Redonda, v.2, n.1, p. 55-67, mar. 2005. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/jistm/v2n1/05.pdf>. Data de acesso: 08 de março de 2016.

BRASIL, Ministério da Educação. Portaria nº 343, de 17 de março de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Coronavírus - COVID-19. Disponível em <https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-343-de-17-de-marco-de-2020-248564376>. Data de acesso: 20 de novembro de 2020.

COSTA, Fernando Albuquerque. Comunidades Virtuais de Aprendizagem: traços, perspectivas de estudo e desafios às instituições educativas. Revista Perspectiva, Florianópolis, v.30, n.1, p.59-75, jan/abr. 2012. Disponível em <https://doi.org/10.5007/2175-795X.2012v30n1p59 >. Data de acesso: 23 de novembro de 2020.

COSTA, Fernando Albuquerque. O que justifica o fraco uso dos computadores na escola. Revista Diálogo Educacional, v.4, n.12, p.35-47, maio/ago. 2004. Disponível em <http://dx.doi.org/10.7213/rde.v4i12.6926>. Data de acesso: 23 de novembro de 2020.

GOLDENBERG, Mirian. A arte de pesquisar: como fazer pesquisa qualitativa em Ciências Sociais. 8. ed. Rio de Janeiro: Record, 2004.

HAWAII INTERNATIONAL CONFERENCE ON SYSTEM SCIENCES, 48, 2015, Kauai. Proceedings IEEE: Computer Society, 2015. v.1, 5488 p. PARK, Sora; FREEMAN, Julie; MIDDLETON, Catherine; ALLEN, Matthew; ECKERMNN, Robin e EVERSON, Richard. Disponível em <https://www.computer.org/csdl/proceedings/hicss/2015/12OmNyr8Yts>. Data de acesso: 15 de novembro de 2020.

IBGE. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) 2018. Disponível em: <https://www.ibge.gov.br>. Data de acesso: 20 de novembro de 2020.

JACON, Liliane da Silva Coelho. Dispositivos Móveis no Ensino de Química: o professor formador, o profissional de informática e os diálogos possíveis. 2014. 158f. Tese (Doutorado em Educação em Ciências e Matemática) – Rede Amazônica de Educação em Ciência e Matemática, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá. 2014. Disponível em <https://ufmt.br/curso/ppgcienciassaude/userfiles/publicacoes/1d84a2625ac1a81eba1803d411d7a600.pdf>. Data de acesso: 15 de novembro de 2020.

KENSKI, Vani Moreira. Educação e tecnologias: o novo ritmo da informação. 8. ed. Campinas: Papirus, 2012.

RORAIMA, Conselho Estadual de Educação. Resolução nº 07/2020, de 07 de abril de 2020. Dispõe sobre normatização do regime especial de aulas não presenciais para Instituições integrantes do Sistema Estadual de Ensino do Estado de Roraima, em caráter excepcional, enquanto permanecerem as medidas de isolamento previstas pelas autoridades competentes na prevenção e combate ao Novo Coronavírus – SARS-Cov2. Disponível em <http://www.cee.rr.gov.br/index.php/videos/send/26-resolucoes-2020/465-resolucao-n-07-2020>. Data de acesso: 20 de novembro de 2020.

SAMPIERI, Roberto Hernandez; COLLADO, Carlos Fernández; LUCIO, María del Pilar Baptista. Metodologia de pesquisa. 5. ed. Porto Alegre: Penso, 2013.

SILVA, Wender Antônio da. Tecnologias digitais no processo ensino-aprendizagem: habilidades necessárias para a construção do conhecimento científico no estado de Roraima. Tese (Doutorado). Universidade Federal de Mato Grosso, Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática, Cuiabá, 2018. Disponível em <https://ufmt.br/curso/ppgcienciassaude/userfiles/publicacoes/8d657b7f1cf53d7fa4294dab7702a0c6.pdf>. Data de acesso: 20 de novembro de 2020.

SORJ, Bernardo; GUEDES, Luís Eduardo. Exclusão digital: problemas conceituais, evidências empíricas e políticas públicas. Revistas Novos estudos, São Paulo, v.1, n.72, p.101-117, jul. 2005. Disponível em <https://www.scielo.br/pdf/nec/n72/a06n72.pdf >. Data de acesso: 22 de novembro de 2020.

Downloads

Publicado

2021-05-19

Como Citar

SILVA, W. A. da; SÉRGIO MATEUS; COSTA, F. A. .; OLIVEIRA, J. V. de .; TRUQUETE, M. K. . Conexão e conectividade dos acadêmicos do ensino superior público em Roraima: Desafios e necessidades para implementação das aulas remotas. Ambiente: Gestão e Desenvolvimento, [S. l.], v. 14, n. 1, p. 46–56, 2021. DOI: 10.24979/ambiente.v14i1.866. Disponível em: https://periodicos.uerr.edu.br/index.php/ambiente/article/view/866. Acesso em: 19 jun. 2021.

Edição

Seção

Ciências Humanas

Categorias