Os organismos internacionais e as políticas públicas para o ensino superior

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24979/ambiente.v15i2.1128

Palavras-chave:

Organismos internacionais, Políticas públicas, Ensino superior

Resumo

O texto é parte da disciplina Educação, Estado e Políticas Públicas, cursada no Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGE/UFAM. Trata-se de um Ensaio de caráter bibliográfico no qual procuramos refletir a partir de uma perspectiva sociológica sobre o papel dos Organismos Internacionais e suas influências e/ou interferências nas Políticas de Ensino Superior no Brasil. Com efeito, o trabalho está dividido em quatro seções, que incluem a introdução e a conclusão: na primeira parte tratamos sobre os Organismos Internacionais e suas influências nas Políticas Públicas de Ensino Superior; na segunda parte, fizemos incursões no contexto das Políticas Públicas de Ensino Superior e suas relações com os governos e os partidos políticos a partir das diretrizes do grande capital capitaneadas pelo Banco Mundial e por suas organizações subsidiárias. E, finalmente, na conclusão, buscamos relacionar a reflexão sobre as questões tratadas no artigo ao papel da interiorização do Ensino Superior.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Waldemar Moura Vilhena Júnior, Universidade Estadual de Roraima/UERR

    Bacharel em Ciências Sociais com habilitação em Sociologia pela Universidade Federal de Roraima - UFRR; Licenciado em Ciências Sociais pela UFAM; Mestre em Políticas Públicas de Educação - PPGE/FACED/UFAM. Experiências com Extensão Rural e Reformas Agrária. Interesse na Área das Ciências Humanas - Sociologia Rural, Extensão Rural, Filosofia da Educação, Educação do Campo e Formação de Professores na Perspectiva Interdisciplinar. Trabalhos desenvolvido com a Educação do Campo no Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária - PRONERA e assessoria em um projeto de Formação Continuada de Professores de Ensino de Ciências. Consultor do Território da Cidadania Sul de Roraima. Desenvolvemos atividades junto ao Projovem Campo - Saberes da Terra. Professor substituto do curso de Licenciatura em Educação do Campo - LEDUCAR da Faculdade de Educação da UFRR. Coordenador de eixo do Curso de Especialização em Educação do Campo da Universidade Estadual de Roraima. Ocupou a função de Diretor no Instituto de Amparo a Ciência Tecnologia e Inovação do Estado de Roraima- IACTI - RR. Professor da Universidade Estadual de Roraima - UERR. Doutorando no Programa EDUCANORTE.

Referências

ABRANCHES, S. Presidencialismo de coalizão: o dilema institucional brasileiro. Dados, Rio de Janeiro, v. 31, p. 5-38, 1988.

ADORNO, T; HORKHEIMER, M. Dialética do Esclarecimento: fragmentos filosóficos. Trad. Guido A. de Almeida. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.

ALMEIDA FILHO, Naomar de. Universidade Nova: textos críticos e esperançosos. Salvador: EDUFBA, 2007.

BEHRING, E. R; BOSCHETTI, I. Política Social: fundamentos e história. 9.a ed. São Paulo: Cortez, 2011.

DIAS, Reinaldo. Políticas Públicas: princípios, propósitos e processos. Reinaldo Dias, Fernando Matos. São Paulo: Atlas, 2012.

DIAZ, Martha Melizza Ordóñez; MENDONZA, Brigitte Julieth Rodríguez. Influencia de los organismos internacionales en las reformas educativas de Latino América. Educación y Ciudad. No. 34 Enero - Junio de 2018 ISSN 0123-425 Web-online 2357-6286 pp. 101-112.

DI GIOVANNI, G. As estruturas elementares das políticas públicas. Caderno de pesquisa, Campinas, n.o 82, 2009.

FIGUEIREDO, A. Government coalitions Brazilian democracy. Brazilian Political Science Review, v. 1, n.o 1, p. 182-216. 2007.

HARVEY, David. A Loucura da Razão Econômica: Marx e o capital no século XXI. Trad. Artur Renzo. 1.a Ed. São Paulo: Boitempo, 2018.

MONTANO, C.; DURIGUETTO, M. L. Estado, Classe e Movimento Social. Carlos Montano, Maria Lúcia Duriguetto. 3.ª Ed. São Paulo: Cortez, 2011.

PEREIRA, J. M. M. As ideias do poder e o poder das ideias: o Banco Mundial como ator político-intelectual. Revista Brasileira de Educação v. 19, n.o 56 jan.-mar. 2014.

PRATES, Antonio A. P. Desigualdade e expansão do ensino superior na sociedade contemporânea: o caso brasileiro do final do século XX ao princípio do século XXI. 1.a ed. Belo Horizonte MG: Fino Traço, 2014.

SOUZA, Jessé. A Elite do Atraso: da escravidão a Bolsonaro. Rio de Janeiro: Estação, 2019.

Downloads

Publicado

30/12/2022

Como Citar

Os organismos internacionais e as políticas públicas para o ensino superior. Ambiente: Gestão e Desenvolvimento, [S. l.], v. 15, n. 2, p. 32–40, 2022. DOI: 10.24979/ambiente.v15i2.1128. Disponível em: https://periodicos.uerr.edu.br/index.php/ambiente/article/view/1128.. Acesso em: 14 jul. 2024.

Artigos Semelhantes

1-10 de 181

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)