A ocupação do solo e sua influência na qualidade dos mananciais na Região Metropolitana de São Paulo

Um estudo de caso da Bacia do Rio Cotia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24979/ambiente.v14i2.867

Palavras-chave:

água, contaminação, urbanização, preservação

Resumo

Em meio à uma severa crise hídrica que acomete a Região Metropolitana de São Paulo, um importante sistema de abastecimento de água teve suas operações interrompidas. Este ensaio apresenta um estudo de caso do município de Cotia, que apresenta dois mananciais em situações antagônicas. Enquanto o sistema Baixo Cotia foi interditado em 2018 pela falta de condições sanitárias, o sistema Alto Cotia ainda apresenta bons índices de qualidade de água. Assim, objetivou-se compreender como a diferença da ocupação do solo e da preservação florestal influenciaram na qualidade de água dos dois mananciais. Utilizando dados históricos de ocupação, urbanização e monitoramento da qualidade da água, são apresentados os principais fatores que levaram a interdição do Baixo Cotia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARTRAM, J.; CORRALES, L.; DAVISON A.; DEERE, D.; DRURY, D.; GORDON, B.; HOWARD, G.; RINEHOLD, A.; STEVENS, M.; Water safety plan manual: Step-by-step risk management for drinking-water suppliers. Geneva: Organização Mundial da Saúde, 2009.

CARLOS, A. F. A. A (re)produção do espaço urbano: o caso de Cotia. 1986. Tese (Doutorado em Geografia Humana) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 1986.

CASTRO, P. P. Plano de abastecimento de água para área metropolitana de São Paulo. Revista do DAE São Paulo, v. 51, n. 531, 1963. Disponível em: < http://revistadae.com.br/artigos/artigo_edicao_51_n_531.pdf >

CETESB - Companhia Ambiental do Estado de São Paulo. Relatório de qualidade das águas interiores do Estado de São Paulo: 1978. São Paulo: CETESB, 1979.

CETESB - Companhia Ambiental do Estado de São Paulo. Relatório de qualidade das águas interiores do Estado de São Paulo: 1980. São Paulo: CETESB, 1981.

CETESB - Companhia Ambiental do Estado de São Paulo. Relatório de qualidade das águas interiores do Estado de São Paulo: 1985. São Paulo: CETESB, 1986.

CETESB - Companhia Ambiental do Estado de São Paulo. Relatório de qualidade das águas interiores do Estado de São Paulo: 1990. São Paulo: CETESB, 1991.

CETESB - Companhia Ambiental do Estado de São Paulo. Relatório de qualidade das águas interiores do Estado de São Paulo: 1995. São Paulo: CETESB, 1996.

CETESB - Companhia Ambiental do Estado de São Paulo. Relatório de qualidade das águas interiores do Estado de São Paulo: 2000. São Paulo: CETESB, 2001.

CETESB - Companhia Ambiental do Estado de São Paulo. Relatório de qualidade das águas interiores do Estado de São Paulo: 2005. São Paulo: CETESB, 2006.

CETESB - Companhia Ambiental do Estado de São Paulo. Relatório de qualidade das águas interiores do Estado de São Paulo: 2010. São Paulo: CETESB, 2011.

CETESB - Companhia Ambiental do Estado de São Paulo. Relatório de qualidade das águas interiores do Estado de São Paulo: 2015. São Paulo: CETESB, 2016.

CETESB - Companhia Ambiental do Estado de São Paulo. Relatório de qualidade das águas interiores do Estado de São Paulo: 2017. São Paulo: CETESB, 2018.

COSTA, E. V. Cotia e Itapecerica da Serra, subúrbios agrícolas. In: AZEVEDO, A. (Org.). A cidade de São Paulo: estudo de geografia urbana: Vol. IV, os subúrbios paulistanos. 2. ed. São Paulo: AGB. Cia Editora Nacional, 1958.

CUNHA, A. Inauguração da nova instalação para o tratamento das águas do Cotia. Boletim da RAE, v. 3, n. 1346, 1937. Disponível em < http://revistadae.com.br/artigos/artigo_edicao_3_n_1346.pdf >

EMPLASA – Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano. Sobre a Região Metropolitana de São Paulo. 2019. Disponível em: <https://www.emplasa.sp.gov.br/RMSP>. Acesso em: jul. 2019.

FILHO, D. B. Reabilitação, expansão e conservação do manancial Baixo Cotia na região metropolitana de São Paulo, Brasil. São Paulo: SABESP, 2008. Disponível em < http://www.bvsde.paho.org/bvsaidis/saneab/peru/braapa001.pdf>. Acesso em: jul. 2019.

FILHO, D. B.; JUNIOR, C. B. Sistemas Alto e Baixo Cotia: comunicação de projeto de desenvolvimento tecnológico e adequação operacional: estudos para melhorias dos processos de tratamento de água. Revista DAE Sabesp, v. 175, n. 17, 1994. Disponível em: < http://revistadae.com.br/artigos/artigo_edicao_175_n_17.pdf >

FUSP - Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo. Plano da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê: Relatório Final. Comitê da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê - Volumes 1 a 4. São Paulo: FUSP, 2009.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Sinopse preliminar do censo demográfico: 1940. Rio de Janeiro: IBGE, 1940.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo demográfico: 1950. Rio de Janeiro: IBGE, 1950.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo demográfico: 1960. Rio de Janeiro: IBGE, 1960.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Cotia. São Paulo. Coleções de monografias. Rio de Janeiro: IBGE, 1964.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo demográfico: 1970. Rio de Janeiro: IBGE, 1970.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo demográfico: 1980. Rio de Janeiro: IBGE, 1980.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo demográfico: 1991: resultados do universo relativos as características da população e dos domicílios. Rio de Janeiro: IBGE, 1991.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo demográfico: 2000. Rio de Janeiro: IBGE, 2000.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo demográfico: 2010. Rio de Janeiro: IBGE, 2010.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Monografias Municipais: Cotia. Rio de Janeiro: IBGE, 2018a.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Estimativa da população em 2018. Rio de Janeiro: IBGE, 2018b.

LANGENBUCH, J. R. A estruturação da grande São Paulo: estudo da geografia urbana. 1964. Tese (Doutorado em Filosofia, Ciências e Letras) – Universidade de Campinas, Campinas,1964.

LEITE, R. Aspectos geomorfológicos da planície fluvial do baixo rio Cotia, SP. 2013. Dissertação (Mestrado em Geografia Física) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

LEMOS, A. I. G. Cotia e sua participação no conjunto da faixa periférica da metrópole paulistana. 1972. Dissertação (Mestrado em Geografia Humana) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 1972.

LUZ, A. R.; UMMUS, M. E. Relevo, hidrografia e solos da Reserva Florestal Morro Grande (Sistema Alto Cotia) e evolução geomorfológica do Planalto de Ibiúna. Revista DAE Sabesp, v. 181, n. 1455, 2009. Disponível em: < http://revistadae.com.br/artigos/artigo_edicao_181_n_1455.pdf >

METZGER, J. P.; ALVES, L. F.; GOULART, W.; TEIXEIRA, A. M. G.; SIMÕES, S. J. C.; CATHARINO, E. L. M. Uma área de relevante interesse biológico, porém pouco conhecida: a Reserva Florestal do Morro Grande. Biota Neotropica, v. 6, n.2, 2006. doi: 10.1590/S1676-06032006000200003.

OMS – Organização Mundial da Sáude. Guidelines for drinking-water quality. Geneva: WHO, 2017.

OMS – Organização Mundial da Saúde. Global health estimates summary tables: deaths by cause, age and sex. Geneva: WHO, 2018. Disponível em: <https://www.who.int/healthinfo/global_burden_disease/en/>. Acesso em: jul. 2019.

POÇAS, C. D. Utilização da tecnologia de wetlands para tratamento terciário: controle de nutrientes. 2015. Dissertação (Mestrado em Ambiente, Saúde e Sustentabilidade) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.

ROSA, C. A. S. Evolução da qualidade das águas do Rio Cotia de 1970 a 2010, Região Metropolitana de São Paulo, SP. 2013. Dissertação (Mestrado em Análise Geoambiental) - Universidade de Guarulhos, Guarulhos, 2013.

SABESP – Companhia de Saneamento Básico de São Paulo. Encontro Floresta-Água: A cobrança do uso da água e o ressarcimento ao produto de água. Sistema Integrado de Gestão Ambiental. São Paulo: SABESP, 2005. Disponível em: <https://sigam.ambiente.sp.gov.br/sigam3/>. Acesso em: jul. 2019.

SABESP – Companhia de Saneamento Básico de São Paulo. Dossiê – Sistemas Alto Cotia e Baixo Cotia. São Paulo: SABESP, 2008.

SABESP – Companhia de Saneamento Básico de São Paulo. Redes de água na RMSP e Sistemas Produtores. 2018. Disponível em: <http://site.sabesp.com.br/site/interna/Default.aspx?secaoId=112>. Acesso em: jun. de 2019.

SABESP – Companhia de Saneamento Básico de São Paulo. Situação dos mananciais: armazenamento e pluviometria. 2019a. Disponível em: <http://mananciais.sabesp.com.br/>. Acesso em: jul. 2019.

SABESP – Companhia de Saneamento Básico de São Paulo. Boletim de mananciais – Condições de armazenamento dos mananciais que abastecem a RMSP. 2019b. Disponível em: <http://site.sabesp.com.br/site/interna/Default.aspx?secaoId=553>. Acesso em: jul. 2019.

SABESP – Companhia de Saneamento Básico de São Paulo. Tratamento de água. 2019c. Disponível em: <http://site.sabesp.com.br/site/interna/Default.aspx?secaoId=47>. Acesso em: jun. 2019.

SAITO. M. I. Morro Grande e o processo de ocupação do seu entorno: o sistema de adução do Alto Cotia. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

SNIS - Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento. Informações e indicadores municipais consolidados: Série histórica. 2019. Disponível em: <http://app4.cidades.gov.br/serieHistorica/>. Acesso em: jul. 2019.

Downloads

Publicado

27/09/2021

Como Citar

GARCIA, L. A. T.; RAZZOLINI, M. T. P. A ocupação do solo e sua influência na qualidade dos mananciais na Região Metropolitana de São Paulo: Um estudo de caso da Bacia do Rio Cotia. Ambiente: Gestão e Desenvolvimento, [S. l.], v. 14, n. 2, 2021. DOI: 10.24979/ambiente.v14i2.867. Disponível em: https://periodicos.uerr.edu.br/index.php/ambiente/article/view/867. Acesso em: 27 out. 2021.

Edição

Seção

Ciências Biológicas e da Saúde

Categorias