VULNERÁVEIS

ENFOQUES NARRATIVOS SOBRE A COVID-19 NA REVISTA RADIS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24979/ambiente.v1i1.827

Palavras-chave:

Covid-19, Radis, Narratologia, Vulneráveis

Resumo

Neste estudo propõe-se discutir a cobertura jornalística acerca da Covid-19, com foco nas comunidades mais vulneráveis à doença. Para isso, a pesquisa delimitou-se em duas reportagens da revista Radis – Vulnerabilidades que aproximam – e Favelas contra o vírus. No percurso metodológico foi aplicado a narratologia, para identificar os personagens e o enquadramento do problema de saúde pública. Com a análise foi possível constatar abordagens jornalísticas focadas na vida cotidiana do homem comum, e o nível de abrangência das políticas públicas sociais, desde as aldeias indígenas até as periferias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Borcezi, Universidade Estadual de Ponta Grossa/UEPG

Jornalista e pesquisadora com Mestrado em Jornalismo pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Possui especialização em Comunicação Empresarial pelo Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais (CESCAGE). E-mail: danielaborcezi@gmail.com

Referências

ARAÚJO, I., CARDOSO, J. e LERNER, K. Comunicação e saúde: um olhar e uma prática de pesquisa. Revista ECO-PÓS, Rio de Janeiro, vol.10, n.1, p. 79-92, 2007. Disponível em <https://revistas.ufrj.br/index.php/eco_pos/article/view/1042/982> Acesso em: 22.maio.2020

BORGES, L. et al. Como os quilombolas estão atravessando a pandemia no Brasil. Terra de Direitos, Brasil, 2020. Disponível em: <https://terradedireitos.org.br/acervo/artigos/como-os-quilombolas-estao-atravessando-a-pandemia-no-brasil/23298> Acesso em: 15.jul.2020

CANELLAS, M. Nem imparcial, nem engajado: o repórter como artífice da notícia. In: CANELA, G. (Org.) Políticas Públicas Sociais e os desafios para o jornalismo. ANDI – Agência de Notícias dos Direitos da Infância / Cortez Editora: São Paulo, 2008.

CARDOSO, J. M.; ROCHA, R. L. Interfaces e Desafios Comunicacionais do Sistema Único de Saúde. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v.23, n.6, p.1871-1880, 2018. Disponível em:< https://www.scielo.br/pdf/csc/v23n6/1413-8123-csc-23-06-1871.pdf> Acesso em: 10.maio.2020

CNS. Conferência Nacional Livre em Saúde, 1, 2017, Brasília. Relatório Final... Brasília, 2017, p.1-41. Disponível em: < https://conselho.saude.gov.br/biblioteca/Relatorios/Relatorio_1CNLCS.pdf> Acesso em: 1.maio.2020

ICICT/FIOCRUZ. Conferencia nacional de saúde Direito à comunicação e informação para consolidar a democracia e o direito à saúde, 15, Rio de Janeiro. Carta... Rio de Janeiro, 2015, p. 1-4 Disponível em:<https://pensesus.fiocruz.br/sites/pensesus.fiocruz.br/files/Carta_comunicacao_informacao_15CNS_final.pdf> Acesso em: 1.maio.2020

JUIM, J. K. Por que humanizar o jornalismo (?). Verso e Reverso, Rio Grande do Sul, v.31, n. 78, p. 235-243, 2017. Disponível em <http://revistas.unisinos.br/index.php/versoereverso/article/viewFile/ver.2017.31.78.07/6252> Acesso em: 10.jun.2020

LANNES, R. Site da Radis permite maior autonomia para o leitor. Radis. Área do assinante, 5 de agosto de 2019. Disponível em: <https://radis.ensp.fiocruz.br/index.php/home/noticias/area-do-assinante> Acesso em: 10.maio.2020

MACHADO, I.B.; BORGES, W.C; RIBEIRO, A.P.G. Saúde e Memória nas Páginas da Radis: O Passado se faz Presente. Revista Mídia e Cotidiano, Rio de Janeiro, v. 13, n. 1, p. 231-255, 2019. Disponível em <https://periodicos.uff.br/midiaecotidiano/article/view/28121/16504> Acesso em: 10.jun.2020

MARQUES, J. TVs e jornais lideram índice de confiança em informações sobre coronavírus. Folha de São Paulo, São Paulo, 23 de março de 2020. Disponível em: < https://www1.folha.uol.com.br/poder/2020/03/tvs-e-jornais-lideram-indice-de-confianca-em-informacoes-sobre-coronavirus-diz-datafolha.shtml> Acesso em: 1.maio.2020

MOTTA, L. G. A análise pragmática da narrativa jornalística. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 2005. Anais... São Paulo: Intercom; 2005. Disponível em <http://www.portcom.intercom.org.br/pdfs/105768052842738740828590501726523142462.pdf> Acesso em: 10.jun.2020

PERES, A.C. Favelas contra o vírus. Radis, Rio de Janeiro, n.212, maio/2020, p.20-25. Disponível em: <https://radis.ensp.fiocruz.br/index.php/todas-as-edicoes/212> Acesso em: 1.jun.2020

RADIS. Programa Radis. Rio de Janeiro, 05 de fevereiro de 2018. Disponível em: <https://radis.ensp.fiocruz.br/index.php/home/programa-Radis#access-content>. Acesso em 10.jun.2020

PROJOR. Atlas da Notícia. Os Desertos de Notícia no Brasil. Brasil, 2020. Disponível em:< https://www.atlas.jor.br/> Acesso 15.jul.2020

STEVANIM, L.F. Vulnerabilidades que aproximam. Radis, Rio de Janeiro, n. 212, maio/2020, p.10-17. Disponível em: < https://radis.ensp.fiocruz.br/index.php/todas-as-edicoes/212 > Acesso em: 1.jun.2020

XAVIER, C. Mídia e saúde, saúde na mídia. In: Santos, A. (Org.). Caderno mídia e saúde pública. Belo Horizonte: Escola de Saúde Pública; Funed. v.1, p.43-55, 2006. Disponível em: <http://www.esp.mg.gov.br/wp-content/uploads/2009/06/caderno_midia_e_saude_publica.pdf> Acesso em: 2.jun.2020

Downloads

Publicado

2020-09-16

Como Citar

BORCEZI, D. VULNERÁVEIS: ENFOQUES NARRATIVOS SOBRE A COVID-19 NA REVISTA RADIS. Ambiente: Gestão e Desenvolvimento, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 193–208, 2020. DOI: 10.24979/ambiente.v1i1.827. Disponível em: https://periodicos.uerr.edu.br/index.php/ambiente/article/view/827. Acesso em: 15 maio. 2021.