BREVES REFLEXÕES SOBRE DESENVOLVIMENTO URBANO, OCUPAÇÕES E A PANDEMIA DA COVID-19 EM MARABÁ (PA)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24979/ambiente.v1i1.820

Palavras-chave:

Covid-19, Ocupações, Marabá/PA, Planejamento urbano

Resumo

O artigo trata das ocupações como fenômenos decorrentes da reprodução capitalista no espaço urbano e a influência que a pandemia causada por COVID-19 acarretou nesse contexto. Dessa forma, buscou uma associação com a cidade de Marabá, no Estado do Pará, que possui função de capital regional (IBGE, 2008), e é cenário de enchentes que desabriga um número alto de pessoas anualmente. Trata-se de uma população excluída historicamente e que mais sofre neste período de crise econômica mundial. Portanto, tem como objetivo destacar a problemática urbana causada por um planejamento e um desenvolvimento urbano que não consideram as especificidades da população amazônica e, que nos dias atuais, é intensificada pela crise gerada pela pandemia. Por conta do isolamento social recomendado neste período em que o artigo foi elaborado, empregou somente, como metodologia, a revisão bibliográfica que abordou autores que se preocupam com planejamento urbano, democracia e bem-estar social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sara Brigida Farias Ferreira, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará/UNIFESSPA

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Planejamento e Desenvolvimento Regional e Urbano na Amazônia (PPGPAM), ofertado pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA). Pós-graduada em Direito de Família pela Universidade Cândido Mendes - UCAM, e em Formação em Educação à Distância pela Universidade Paulista - UNIP. Bacharela em Direito, com habilitação em Relações Sociais, pela Universidade Federal do Paraná - UFPR. Advogada inscrita ma OAB/PA sob o nº 29.463 .

Aline Tarcila de Oliveira Lima, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará/UNIFESSPA

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Planejamento e Desenvolvimento Regional e Urbano na Amazônia (PPGPAM), ofertado pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA). Especialista em Instrumentalidade do Serviço Social pela UCAM - Universidade Candido Mendes. Bacharela em Serviço Social pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e Servidora Pública Cargo: Assistente Social na Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA). Possui interesse e publicação de artigos em periódicos especializados e trabalhos em anais de eventos, especialmente acerca das temáticas de Políticas Públicas de Habitação e Assistência Estudantil, realizou atividades na área de Saúde, na Política de Assistência Estudantil da Universidade Federal do Pará - PROEX-UFPA. Realizou atividades no Programa de Apoio à Reforma Urbana, vinculado a UFPA, cumprindo estágio curricular. Foi bolsista no Núcleo de Prática Jurídica da Universidade Federal do Pará.

Maria Luzia do Nascimento Silva, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará/UNIFESSPA

Graduação em Letras - Licenciatura em Língua Portuguesa e Língua Inglesa - ANHANGUERA-UNIDERP (2014), Graduanda do Curso de Ciências Sociais - Licenciatura 7ª semestre na universidade federal do Sul e sudeste do Estado do Pará - UNIFESSPA, pós-Graduanda em Metodologia de Ensino Superior e EAD, na atuou na Atividade de Extensão Programa de Iniciação e Capacitação Política de Educadores das Escolas Públicas do Município de Marabá-PA: Escola Ceeja e Escola Acy Barros, na Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), com carga horária de 20 hora(s) semanais, na função de Bolsista Interno, sob coordenação do(a) Docente Marilza Sales Costa, no período de 1 de outubro de 2017 a 9 de outubro de 2019. ,Bolsista do projeto Centro de Referencia (CRHM),desde março de 2018, Bolsista de Extensão, Sob as coordenadoras Profªs Letícia Souto Pantoja e Marilza Sales Costa. Autora da cartilha (ISBN 9786500028041 )do Centro de Referência, ( CRHM) resumos expandidos,publicados no simpósio na UNIFESSPA. Bolsista: Atua desde 6 de janeiro de 2020 a 30 de novembro de 2021 na Atividade de Extensão Programa de Extensão prevenção da Violência Contra A Mulher: Estudos e Ações de Intervenção em Escolas Públicas do Município de Marabá-PA., na função de Aluno(a) Voluntario(a), sob coordenação do(a) Docente Marilza Sales Costa. Participação como ouvinte no seminário - III SEMINÁRIO DE INCORPORAÇÃO DA INTERDISCIPLINARIDADE NO ENSINO E NA PESQUISA DO PDTSA realizado durante o período de 19/05/2020 a 21/05/2020 com carga horária de 6 horas.

Referências

ALMEIDA, José Jonas de. A cidade de Marabá sob o impacto dos projetos governamentais. 2008. 272 f. Tese (Doutorado) - Programa de Pós-graduação em História Econômica, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

______. Os riscos naturais e a história: o caso das enchentes em Marabá (PA). Tempos Históricos. Marechal Cândido Rondon, v. 15, n. 2, p. 205 – 238, 2011. Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/7205/5280. Acesso em: 16 jul. 2020.

BECKER, Bertha Koiffmann. As Amazônias de Bertha K. Becker: ensaios sobre geografia e sociedade na região amazônica. Volume 1. Rio de Janeiro: Garamond, 2015.

BRANDÃO, Carlos. Território & desenvolvimento: as múltiplas escalas entre o local e o global. Campinas: Editora Unicamp, 2007.

CARVALHO, Márcia Siqueira. A violência urbana no Paraná: agressões e acidente de trânsito. Londrina: EDUEL, 2016.

DAVIS, Mike et al (org.). Coronavírus e a luta de classes. Brasil: Terra Sem Amos, 2020. Disponível em: https://terrasemamos.files.wordpress.com/2020/03/coronavc3adrus-e-a-luta-de-classes-tsa.pdf. Acesso em: 16 jul. 2020.

HARVEY, David. O direito à cidade. Lutas Sociais. São Paulo, n. 29, p. 73-89, jul./dez. 2012. Disponível em: www4.pucsp.br/neils/downloads/neils-revista-29-port/david-har-vey.pdf. Acesso em: 26 de abril de 2020.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Desemprego. 2020. Disponível em: www.ibge.gov.br/busca.html?searchword=desemprego&searchphrase=all. Acesso em: 25 maio 2020.

_____. Síntese de indicadores sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira: 2019. Rio de Janeiro: IBGE, 2019. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101678.pdf. Acesso em: 24 de junho de 2020.

IGNÁCIO, Rozane Pereira. Direitos à Moradia e à Preservação Ambiental em Boa Vista (RR). Boa Vista: Editora da UFPR, 2019. Disponível em: http://www.tratabrasil.org.br/. Acesso em: 13 de junho de 2020.

INSTITUTO TRATA BRASIL. Dados Regionais. 2020. Disponível em http://www.tratabrasil.org.br/saneamento/principais-estatisticas/no-brasil/dados-regionais. Acesso em: 15 de jun. de 2020.

LIMA, José Júlio; RODRIGUES, Roberta Menezes; PONTE, Juliano Pamplona Ximenes. Planos diretores, instrumentos urbanísticos e a atuação municipal na questão urbana e ambiental. In: ALMEIDA, Maria Cristina Soares de; MAY, Peter H. Gestão e governança local para a Amazônia sustentável: notas técnicas. Rio de Janeiro: IBAM, 2016. p. 11-21.

MAHAR, Dennis J. Desenvolvimento econômico da Amazônia: uma análise das políticas governamentais. Rio de Janeiro: IPEA/INPES, 1978.

MARABÁ. Lei nº 17.213, de 09 de outubro de 2006. Institui o Plano Diretor Participativo do Município de Marabá, cria o Conselho Gestor do Plano Diretor e dá outras providências. em: http://maraba.pa.leg.br:8080/sapl/sapl_documentos/norma_juridica/1628_texto_integralAcesso em: 16 jul. 2020.

______. Prefeitura de Marabá. Boletim da Defesa Civil do dia 16 de abril. 2020. Disponível em: https://maraba.pa.gov.br/boletim-da-de-fesa-civil-do-dia-16-de-abril/. Acesso em: 11 maio 2020.

MARICATO, Ermínia. As ideias fora do lugar, e o lugar fora das ideias. In: ARANTES, Otília Beatriz Fiori; VAINER, Carlos; MARICATO, Ermínia. A cidade do pensamento único. Desmanchando consensos. Petrópolis: Vozes, 2000. p. 121-192.

MATOS, Ana Carla et al. Coronavírus: Impactos no direito de família e sucessões. Indaiatuba, SP: Editora Foco, 2020.

MATTOS, Maria Virgínia. História de Marabá. Marabá: Grafil, 1996.

MICHELOTTI, Fernando. Territórios de produção agromineral: relações de poder e novos impasses na luta pela terra no sudeste paraense. 2019. 388 f. Tese (Doutorado) - Curso de Programa de Pós-graduação em Planejamento Urbano e Regional, Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2019.

NAÇÕES UNIDAS BRASIL. Medidas contra COVID-19 provocam alta dos preços de drogas ilícitas no mundo. 2020. Disponível em: https://nacoesunidas.org/medidas-contra-covid-19-provocam-alta-dos-precos-de-drogas-ilicitas-no-mundo/. Acesso em: 11 de maio de 2020.

OBSERVATÓRIO DAS METRÓPOLES. Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia. Cortes no Censo 2020 tornam inviável o cálculo do déficit habitacional. 2020. Disponível em: https://www.observatoriodasmetropoles.net.br/cortes-no-censo-2020-tornam-inviavel-o-calculo-do-deficit-habitacional/. Acesso em: 16 de jun. de 2020.

OLIVEIRA, Francisco de Assis; PENA, Heriberto Amanajás; SILVA, Félix Lélis da. A dinâmica da ocupação da Amazônia brasileira: do interesse Político e econômico aos conflitos socioambientais. Revista Caribeña de Ciencias Sociales. Servicios Académicos Intercontinentales SL, 2015. Disponível em:

https://ideas.repec.org/a/erv/rccsrc/y2015i2015_0106.html. Acesso em: 27 de jun. de 2020.

PARÁ. Estado do Pará. Secretaria de Saúde Pública. Boletim Epidemiológico. 2020. Disponível em: http://www.saude.pa.gov.br. Acesso em: 14 jun. 2020.

PORTO-GONÇALVES, Carlos Walter. O Complexo de Violência e Devastação da Amazônia Brasileira: o caso do sudeste do Pará. Proposta, v. 114, p. 25 – 40, 2007.

SILVA, Daniel Nogueira. Determinantes Sociais da Vulnerabilidade à Covid-19: proposta de um esquema teórico. 2020. Unifesspa contra a COVID-19. Disponível em: https://acoescovid19.unifesspa.edu.br/. Acesso em: 20 jun. 2020.

SINGER, Paul. Uso do solo urbano na sociedade capitalista. A produção capitalista da casa (e da cidade) no Brasil industrial. São Paulo: Ômega, 1978.

SOUZA, Marcus Vinicius Mariano; FERREIRA JÚNIOR, Dionel Barbosa. Rede urbana, interações espaciais e a geografia da saúde: análise da trajetória da Covid-19 no estado do Pará. Espaço e Economia [online], 2020. Disponível em: http://journals.openedition.org/espacoeconomia/13146. Acesso em: 11 maio 2020.

ZIBECHI, Raúl. Coronavírus: a militarização das crises. In: DAVIS, Mike et al (org.). Coronavírus e a luta de classes. Brasil: Terra Sem Amos, 2020. p. 31-34. Disponível em: https://terrasemamos.files.wordpress.com/2020/03/coronavc3adrus-e-a-luta-de-classes-tsa.pdf. Acesso em: 16 jul. 2020.

Downloads

Publicado

16/09/2020

Como Citar

FERREIRA, S. B. F.; LIMA, A. T. de O.; SILVA, M. L. do N. BREVES REFLEXÕES SOBRE DESENVOLVIMENTO URBANO, OCUPAÇÕES E A PANDEMIA DA COVID-19 EM MARABÁ (PA). Ambiente: Gestão e Desenvolvimento, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 55–80, 2020. DOI: 10.24979/ambiente.v1i1.820. Disponível em: https://periodicos.uerr.edu.br/index.php/ambiente/article/view/820. Acesso em: 17 ago. 2022.