UM OLHAR SOBRE A LÍNGUA ESTRANGEIRA NA EDUCAÇÃO BÁSICA COM BASE NA PEDAGOGIA HISTÓRICO CRÍTICA

Palavras-chave: Língua Estrangeira, Ensino, Documentos oficiais, Pedagogia Histórico Crítica

Resumo

Os objetivos deste artigo são refletir sobre a principal abordagem de ensino de línguas estrangeiras que embasa a construção da prática docente presente nos documentos oficiais que regem a educação brasileira; compreender, à luz da Pedagogia Histórico-Crítica, o impacto das bases psicológicas e das teorias linguísticas presentes na abordagem para o planejamento de língua estrangeira; analisar a partir dos fundamentos que contribuições a Pedagogia Histórico-Crítica pode trazer ao ensino, especificamente, ao planejamento de língua estrangeira. Para tanto, por meio de um olhar da Pedagogia Histórico-Crítica e Psicologia Histórico-Cultural como referencial teórico, busca-se trazer as suas contribuições para pensar o ensino de língua estrangeira a partir da sua concepção de trabalho educativo e de como este se dá sob as orientações das atuais abordagens de língua estrangeira disponíveis aos docentes. Entendendo que um aporte teórico é fundamental para a construção intencional de uma prática pedagógica que se dirija a uma formação humanizadora, dispusemos esta reflexão para apontar as implicações que referenciais teóricos trazem ao em ao ensino de línguas estrangeiras, ao desenvolvimento do aluno da Educação Básica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Ramos Marinho, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná

Doutora em Educação, Mestre em Letras e Graduada em Letras, pela Universidade Estadual Paulista (UNESP/Marília). Professora do Curso de Letras do Instituto Federal do Paraná – IFPR, campus Palmas

Publicado
2019-12-26
Como Citar
MARINHO, B. R. UM OLHAR SOBRE A LÍNGUA ESTRANGEIRA NA EDUCAÇÃO BÁSICA COM BASE NA PEDAGOGIA HISTÓRICO CRÍTICA. Revista Ambiente: Gestão e Desenvolvimento, v. 12, n. 3, p. 91-101, 26 dez. 2019.