O PROTAGONISMO INDÍGENA NAS ORGANIZAÇÕES INDÍGENAS EM BOA VISTA/RR: A ASSOCIAÇÃO KUAI’KRI COMO CAMPO DE AÇÃO

Autores

  • Ana H. C. Souza
  • Claus Haetinger
  • Luíz F. S. Laroque
  • Dênis A. Ribeiro
  • Aldenora Z. Ribeiro
  • Elialdo R. Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.24979/32

Resumo

Este artigo apresentações do protagonismo indígena por meio da Associação Estadual Indígena Kuai’kri de Roraima (AEIKRR), tomando como suporte a polifonia de vozes expressas em organizações sociopolíticas. Usa como recorte espacial o perímetro urbano de Boa Vista/RR, onde contingentes étnicos Macuxi e Wapichana uniram-se em identidades coletivas na busca de afirmação de sua identidade cultural, direitos e sobrevivência sociocultural. Por meio de uma metodologia qualitativa pela técnica da observação participante e entrevista semiestruturada, foi possível identificar, pelo menos, um duplo papel na abrangência de atuação da organização. As reivindicações junto à esfera pública pelo cumprimento dos direitos conquistados pela Constituição de 1988, para reafirmação de uma cidadania ressignificada caracterizam como agência, enquanto

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ASSOCIAÇÃO diz que número de índios com HIV em Roraima é alarmante. 19 abr. 2015.Disponível em: <http://agenciaaids.com.br/home/noticias/noticia_detalhe/23346#.VXErS9JViko>. Acesso em: 23 jan. 2015.

BAINES, Stephen G. Social anthropology with indigenous peoples in Brazil, Canada and Australia: a comparative approach. Vibrant: Virtual Brazilianhttp://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=1809-4341&lng=pt&nrm=isoAnthropology. vol. 9 no. 1. Brasília, p. 209-238. Jan./Jun. 2012. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-43412012000100008&lng=pt&nrm=iso#back2>. Acesso em: 14 jul. 2014.

BARBOSA, R. Imbrózio. Ocupação Humana em Roraima I: do histórico colonial ao início do assentamento dirigido. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Belém, 1993. p.123-144. (Série Antropológica).

BOA VISTA tem a maior população indígena urbana de Roraima. Folha BV, Boa Vista, 21 abr. 2014. Disponível em:<http://pib.socioambiental.org/es/noticias?id=138765>. Acesso em: 23 out. 2014.

CALEFFI, Paula. “O que é ser índio hoje?” a questão indígena na América Latina/Brasil no início do século XXI. In: SIDERKUM, Antônio (org.). Alteridade e multiculturalismo. Ijuí: Ed. Unijuí, 2003. p. 175-205. (Coleção ciências sociais).

CÂMARA DOS DEPUTADOS. Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável – CMADS. Frente Parlamentar em Defesa dos Povos Indígenas, 2013. Disponível em:<http://pib.socioambiental.org/anexos/30774_20150515_120529.pdf>. Acesso em: 23 out. 2014.

CAMPOS, André. Índios na cidade. Repórter Brasil. 13 mar. 2006. Disponível em: <http://www.reporterbrasil.org.br/exibe.php?id=520>. Acesso em: 16 mai. 2014.

CARDOSO DE OLIVEIRA, Roberto. Os (des)caminhos da identidade. Revista Brasileira de Ciências Sociais, Vol. 15, n. 42, fevereiro/2000. p.7-21. Disponível em:<http://www.scielo.br/pdf/rbcsoc/v15n42/1733.pdf>. Acesso em: 23 jan.2016.

CIR – Conselho Indígena de Roraima. Nota CIR: PEC 215 - retrocesso aos direitos conquistados na Constituição Federal de 1988.04 nov. 2015. Disponível em: <http://www.cir.org.br/index.php/component/k2/item/402-nota-cir-pec-215-retrocesso-aos-direitos-conquistados-na-constitui%C3%A7%C3%A3o-federal-de-1988>. Acesso em: 23 fev. 2016.

______________________________. 45ª Assembleia Geral dos Povos Indígenas de Roraima celebra 45 anos de luta, união, fortalecimento, resistência e conquista indígena. 16 mar.2016. Disponível em:<http://www.cir.org.br/index.php/component/k2/item/417-45%C2%AA-assembleia-geral-dos-povos-ind%C3%ADgenas-de-roraima-celebra-45-anos-de-luta-uni%C3%A3o-fortalecimento-resist%C3%AAncia-e-conquista-ind%C3%ADgena>. Acesso em: 24 jun. 2016.

CORREIA, Luan Guilherme. Dois mil índios reunidos na Praça do Centro Cívico, na Marcha dos Povos Indígenas, pediram melhorias na educação estadual. Folha de Boa Vista, Boa Vista, 11 ago.2015. Disponível em: <http://www.folhabv.com.br/noticia/Indigenas-engrossam-movimento-grevista/9027>. Acesso em: 14 ago. 2015.

DIÁRIO de Campo 2. Observações na reunião da Associação Kuia’kri. 12. jul. 2015. Boa Vista, Roraima/RR.

DIÁRIO de Campo 3. Observações no movimento indígena na praça do Centro Cívico.11. ago. 2015. Boa Vista, Roraima/RR.

ESBELL, Jaeder. Memória e Cultura Makuxi. Santa Maria:Editora: PPGL/UFSM, 2014. Disponível em: . Acesso em 23 jan. 2016.

ES1 – Entrevistado S1: depoimento [15 abr. 2015, p. 1- 6]. Entrevistador: Ana Hilda Carvalho de Souza. Boa Vista/RR: s.e., 2015. Gravação em máquina digital. Entrevista concedida a Ana Hilda Carvalho de Souza.

ES3 – Entrevistado S3: depoimento [12 jul. 2015, p. 1- 5]. Entrevistador: Ana Hilda Carvalho de Souza. Boa Vista/RR: s.e., 2015. Gravação em máquina digital. Entrevista concedida a Ana Hilda Carvalho de Souza.

ES4 – Entrevistado S4: depoimento [22 mai. 2015, p. 1- 8]. Entrevistador: Ana Hilda Carvalho de Souza. Boa Vista/RR: s.e., 2015. Gravação em máquina digital. Entrevista concedida a Ana Hilda Carvalho de Souza.

ES5 – Entrevistado S5: depoimento [12 mai. 2015, p. 1- 4]. Entrevistador: Ana Hilda Carvalho de Souza. Boa Vista/RR: s.e., 2015. Gravação em máquina digital. Entrevista concedida a Ana Hilda Carvalho de Souza.

ES8 – Entrevistado S8: depoimento [09 jul. 2015, p. 1- 4]. Entrevistador: Ana Hilda Carvalho de Souza. Boa Vista/RR: s.e., 2015. Gravação em máquina digital. Entrevista concedida a Ana Hilda Carvalho de Souza.

ES11 – Entrevistado S11: depoimento [28 jun. 2016, p. 1- 7]. Entrevistador: Ana Hilda Carvalho de Souza. Boa Vista/RR: s.e., 2016. Gravação em máquina digital. Entrevista concedida a Ana Hilda Carvalho de Souza.

FARAGE, Nádia. As Muralhas do Sertão: Os Povos Indígenas no Rio Branco e a Colonização. Rio de Janeiro: Paz e Terra; ANPOCS, 1991.

FERRI, Patrícia. Achados ou Perdidos? A imigração indígena em Boa Vista. Goiânia: MLAM, 1990.

GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: Guanabara, 1989.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico 2010: Características gerais dos indígenas. Rio de Janeiro, RJ, 2012. Disponível em: <ftp://ftp.ibge.gov.br/Censos/Censo_Demografico_2010/Caracteristicas_Gerais_dos_Indigenas/pdf/Publicacao_completa.pdf>. Acesso em: 20 jan. 2014.

ÍNDIOS urbanos fundam associação. Disponível em: <http://www.proyanomami.org.br/v0904/index.asp?pag=noticia&id=3811>. Acesso em: 23 jan.2105.

LEFF, Enrique. Aventuras da Epistemologia Ambiental: da articulação das ciências ao diálogo de Saberes. Rio de Janeiro: Garamond, 2004.

LERVOLINO, Solange Abrocesi e PELICIONI, Maria Cecilia Focesi. A utilização do grupo focal como metodologia qualitativa na promoção da saúde. Revista da Escola de Enfermagem, v.35, n.2, p. 115-121, jun. 2001. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v35n2/v35n2a03.pdf> Acesso em: 15 mai. 2016.

MAXIMIANO, Antonio Cesar Amaru. Introdução a administração. 5ª ed., São Paulo, Editora Atlas, 2000.Disponível em:<http://ftp.demec.ufpr.br/disciplinas/EngMec_NOTURNO/TM038/2013-1/Livro_-_Introdu%E7%E3o_%E0%A0_Administra%E7%E3o_-_Antonio_Cesar_Amaru_Maximiano_-_5%B0Ed.pdf>. Acesso em: 23 mai.2016.

MELUCCI. Alberto. A experiência individual na sociedade planetária. Revista de Estudos Feministas Lua Nova, São Paulo, n. 38, 1996.

MELO, Luciana Marinho de. Fluxos Culturais e os Povos da Cidade: Entre os Macuxi e Wapichana de Boa Vista – Roraima. Dissertação (Mestrado Profissional de Preservação do Patrimônio Cultural). Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, 2012. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Disserta%2B%C2%BA%2B%C3%BAo%20Luciana%20Marinho%20de%20Melo.pdf. Acesso em: 23 ago. 2015.

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA. Fundação Nacional de Índio – FUNAI Coordenação Executiva Regional de Boa Vista-RR. A Saúde dos Povos Indígenas Yanomami, 2011. Disponível em:

<http://site-antigo.socioambiental.org/banco_imagens/pdfs/Carta_em_solidariedade_aos_povos_yanomami.pdf>. Acesso em: 23 out. 2014.

MORGAN, Gareth. Imagens da organização. São Paulo: Atlas, 2013.

MOVIMENTO entrega denúncia contra Secretaria do Índio ao MPFem RR. G1 RR, 25 abr. 2014. Disponível em: <http://www.f24.com.br/editorial/brasil/roraima/25042014-130478-movimento-entrega-denuncia-contra-secretaria-do-indio-ao-mpf-em-rr>. Acesso em; 23 out. 2014.

NEVES, Lino João de Oliveira. Olhos mágicos do Sul (do Sul): lutas contra hegemônicas dos povos indígenas no Brasil. In: SANTOS, Boaventura Souza (org). Reconhecer para libertar: os caminhos do cosmopolismo multicultural. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003. p. 69-68.

OLIVEIRA, Elialdo R. Reflexão educativa na reconstrução da dignidade da pessoa humana. In: SILVA, Josias Ferreira; SENHORAS, Eloi (orgs). Reflexões educacionais a partir de novos talentos. Boa Vista: UFRR, 2012. p.119-142.

PEREIRA, Mariana Cunha. A ponte imaginária: o trânsito de etnias na fronteira Brasil e Guiana. Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Centro de pesquisa e pós-graduação sobre as américas – CEPPAC, Universidade de Brasília (UnB), Brasília, 2005. Disponível em:<http://www.ceppac.unb.br/pos-graduacao/teses-e-dissertacoes>. Acesso em: 25 jan.2014.

PEREIRA, Zineide Sarmento. O Movimento Indígena em Roraima: a Trajetória das Organizações. In: FERNANDES, Maria Luíza; GUIMARÂES, Manoel L. L. Salgado. (Orgs). História e diversidade: Política, Educação, Gênero e Etnia em Roraima. Boa Vista: Editora da UFRR, 2010, p. 107-121.

PORTAL, Natacha. Associação Indígena Kuaikri celebra Dia do Índio com gincanas, em RR. G1 RR, Boa Vista, 19 abr. 2014. Disponível em: <http://g1.globo.com/rr/roraima/noticia/2014/04/associacao-indigena-kuaikri-celebra-dia-do-indio-com-gincanas-em-rr.html>. Acesso em: 24 out. 2014.

PREFEITURA de Boa Vista divulga calendário do Expresso Saúde para mês de fevereiro. 2015. Disponível em: <http://www.conasems.org.br/index.php/comunicacao/municipio-em-foco/991-prefeitura-de-boa-vista-divulga-calendario-do-expresso-saude-para-mes-de-fevereiro>. Acesso em: 23 out. 2014.

REPETTO, Maxim. Movimentos Indígenas e Conflitos Territoriais no Estado de Roraima. Boa Vista: UFRR, 2008.

SAHLINS, Marshall. O “pessimismo sentimental” e a experiência etnográfica: Por

que a cultura não é um “objeto” em via de extinção (Parte I). Revista Mana. Rio de Janeiro. v. 3, n. 1, p. 41-73, abr. 1997.

SILVA, Aldenor Moçambite da. A inserção dos Tikuna no tecido social urbano de Manaus. Dissertação. 2013. 142 f. (Mestrado em Sociedade e Cultura da Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Manaus/AM, 2013.

SILVA, Jaenne Almeida; SILVA, Jeanise Almeida. Indígenas no bairro Aracelis Souto Maior: algumas histórias. In: OLIVEIRA, Reginaldo Gomes de (Org.). Projeto Kuwi Kîri: a experiência amazônica dos índios urbanos de Boa Vista- Roraima. Boa Vista: Editora UFRR, 2010. p. 21-29.

SOUZA, Ana Hilda Carvalho de. População indígena de Boa Vista/RR: uma análise sócio-econômica. Dissertação (Mestrado em Economia). Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2009.

VERAS, Marcos Flávio Portela; DE BRITO,Vanderli Guimarães. Identidade étnica:A dimensão política de um processo de reconhecimento. ANTROPOS- revista de antropologia, Ano 4, Vol. 5, p. 106-125. mai. 2012. Disponível em:<http://revista.antropos.com.br/downloads/maio2012/Artigo4-IdentidadeEtnica.pdf>. Acesso em: 24 jun. 2015.

VIRTANEN, Pirjo Kristina. Amazonian Native Youths and Notions of Indigeneity in Urban Areas, Identities, 17: 2, 2010, pp. 154 — 175. Disponível em: <http://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/10702891003734961#.U8v71ONdX1Y>. Acesso em: 17 jul. 2014.

Downloads

Publicado

2016-12-05

Como Citar

SOUZA, A. H. C.; HAETINGER, C.; LAROQUE, L. F. S.; RIBEIRO, D. A.; RIBEIRO, A. Z.; OLIVEIRA, E. R. O PROTAGONISMO INDÍGENA NAS ORGANIZAÇÕES INDÍGENAS EM BOA VISTA/RR: A ASSOCIAÇÃO KUAI’KRI COMO CAMPO DE AÇÃO. Ambiente: Gestão e Desenvolvimento, [S. l.], v. 9, n. 2, p. 9–39, 2016. DOI: 10.24979/32. Disponível em: https://periodicos.uerr.edu.br/index.php/ambiente/article/view/32. Acesso em: 16 jun. 2021.

Edição

Seção

Artigos - Seção Varia