ASSOCIAÇÃO ENTRE A PANDEMIA DA COVID-19, QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO E ESTRESSE OCUPACIONAL ENTRE ENFERMEIROS DA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA DE BOA VISTA, RORAIMA

Autores

  • Natalia Paiva da Silva Universidade Estadual de Roraima/UERR
  • Francisco Railson Bispo de Barros Universidade Estadual de Roraima/UERR

DOI:

https://doi.org/10.24979/0pj11q56

Palavras-chave:

Covid-19, enfermagem, qualidade de vida no trabalho

Resumo

A Unidade de Terapia Intensiva consiste em ambiente de trabalho de alta complexidade tecnológica, que pode gerar estresse na equipe de enfermagem, desfecho incrementado durante a pandemia da Covid-19. Assim, o objetivo do estudo foi identificar a associação entre a pandemia da Covid-19, qualidade de vida no trabalho e estresse ocupacional entre enfermeiros da Unidade de Terapia Intensiva de Boa Vista, Roraima. Trata-se de um estudo descritivo-correlacional, de delineamento transversal e abordagem quantitativa com 36 enfermeiros(as) de um hospital de referência em Roraima. Os participantes responderam um questionário sociodemográfico, profissional e dos aspectos e sentimentos/comportamentos durante a Covid-19, o Total Quality of Work Life-42 e a Job Stress Scale. Os dados foram tabulados em planilhas do Excel e analisados a partir do software JAMOVI®. Os resultados preliminares indicam que 91,7% tiveram diagnóstico positivo para a Covid-19, e mesmo com aumento na demanda de trabalho (97,2%), cansaço (94,4%), insônia (63,9%), irritação (72,2%) e medo (91,7%), não se sentiram valorizados (69,4%) e não receberam apoio (83,3%), o que pode ter refletido nos níveis insatisfatórios das esferas biológica/fisiológica e econômica/política na qualidade de vida laboral, e um discreto nível de satisfação no geral. Referente aos scores de estresse, os participantes apresentaram alta demanda psicológica (15,1) e alto controle (18,4), o que se traduz como um trabalho ativo. Verifica-se que as vivências dos participantes no cuidado crítico durante a pandemia influenciaram na percepção do trabalho, e que, mesmo tendo um trabalho ativo considerado menos nocivo, a longo prazo pode se tornar negativo.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Referências

CUNHA, Y.F.F.; SOUSA, R.R. Gênero e enfermagem: um ensaio sobre a inserção do homem no exercício da enfermagem. RAHIS, v. 13, n. 3, 2017. DOI: https://doi.org/10.21450/rahis.v13i3.4264.

FLECK, M.P.A.; LOUZADA, S.; XAVIER, M.; CHACHAMOVICH, E.; VIEIRA, G.; SANTOS, L., et al. Aplicação da versão em português do instrumento abreviado de avaliação da Qualidade de vida WHOQOL-BREF. Rev. Saúde Pública, v. 34, n. 2, p. 178-183, 2000. DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-89102000000200012.

FRANCO, J.A., LEVI, P.L.Á. Feelings, stress, and adaptation strategies of nurses against COVID-19 in Guayaquil. Invest. Educ. Enferm., v. 38, n. 3, e07, 2020. DOI: https://doi.org/10.17533/udea.iee.v38n3e07.

MOTA, R.S.; SILVA, V.A.; BRITO, I.G.; BARROS, A.S.; SANTOS, O.M.B.; MENDES, A.S., et al. Estresse ocupacional relacionado à assistência de enfermagem em Terapia Intensiva. Rev. Baiana Enferm. v. 35, e38860, 2021. DOI: https://doi.org/10.18471/rbe.v35.38860.

RAMOS-TOESCHER, A.M.; TOMASCHEWISK-BARLEM, J.G.; BARLEM, E.L.D.; CASTANHEIRA, J.S.; TOESCHER, R.L. Saúde mental de profissionais de enfermagem durante a pandemia de COVID-19: recursos de apoio. Esc. Anna Nery, v. 24, spe, 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/2177-9465-EAN-2020-0276.

SILVA, A.R.; SILVA, S.F.; LEÃO, D.A.O.; SOUSA, D.C.; STIVAL, M.M.; SOUZA, S.E.S.M., et al. Sentimentos vivenciados por profissionais de saúde no enfrentamento da Covid-19. Research, Society and Development. v. 11, n. 7. e0811729491, 2022. DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v11i7.29491.

SOUZA, L.P.S.; SOUZA, A.G. Enfermagem brasileira na linha de frente contra o novo Coronavírus: quem cuidará de quem cuida? J. Nurs. Health, v. 10, n. 4, e20104005, 2020. DOI: https://doi.org/10.15210/jonah.v10i4.18444.

TEIXEIRA, C.F.S.; SOARES, C.M.; SOUZA, E.A.; LISBOA, E.S.; PINTO, I.C.M. ANDRADE, L.R., et al. A saúde dos profissionais de saúde no enfrentamento da pandemia de Covid-19. Ciênc. Saúde Coletiva, v. 25, n. 9, p. 3465-3474, 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232020259.19562020.

Downloads

Publicado

15/08/2023

Como Citar

ASSOCIAÇÃO ENTRE A PANDEMIA DA COVID-19, QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO E ESTRESSE OCUPACIONAL ENTRE ENFERMEIROS DA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA DE BOA VISTA, RORAIMA. Ambiente: Gestão e Desenvolvimento, [S. l.], 2023. DOI: 10.24979/0pj11q56. Disponível em: https://periodicos.uerr.edu.br/index.php/ambiente/article/view/1283.. Acesso em: 4 mar. 2024.

Artigos Semelhantes

1-10 de 315

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.