CALAGEM E ADUBAÇÃO NO CRESCIMENTO DO CAPIM MOMBAÇA EM RORAINÓPOLIS, RORAIMA

Palavras-chave: Correção do solo, Fertilizantes, Forrageira, Panicum maximum

Resumo

Os solos de Roraima, principalmente na região Sul, possuem elevada acidez. Estudos que demonstrem os efeitos da calagem e adubação em áreas de pastagem são incipientes no município de Rorainópolis. Desse modo, objetivou-se com esta pesquisa avaliar o efeito da calagem e adubação no crescimento de plantas de capim mombaça. O experimento foi conduzido no período de agosto de 2018 a fevereiro de 2019. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, em esquema de parcela subdividida, com oito repetições. Nas parcelas foram aleatorizados os seguintes tratamentos: T1= calagem mais nitrogênio e potássio (CNK); T2= calagem mais nitrogênio, fósforo e potássio (CNPK) e T3= NK. Nas subparcelas foram avaliadas três épocas de corte, 69, 99 e 129 dias após a semeadura. Nas plantas de capim mombaça foram avaliados os seguintes indicadores de produção: altura da planta (AP), número de perfilho (NP), massa fresca da parte aérea (MF) e massa seca da parte aérea (MS). A prática da calagem associada a adubação nitrogenada, fosfatada e potássica promoveu maior crescimento das plantas de capim mombaça, possibilitando, no primeiro e segundo corte, a obtenção de 20,7 e 11,3 t ha-1 de massa fresca, respectivamente. O manejo adequado do solo com calagem e adubação propicia melhor desenvolvimento de plantas de capim mombaça no município de Rorainópolis, Roraima.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Péricles Galucio Aires, Universidade Estadual de Roraima/UERR

Possui graduação em Bacharelado em Agronomia pela Universidade Federal de Roraima (2004), Especialização em Educação Ambiental e Magistério Superior (FACINTER- 2005). Atualmente é professor da Universidade Estadual de Roraima - UERR e Engenheiro Agrônomo da Secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Roraima - SEAPA/RR. Tem experiência na área de Agronomia, Assistência Técnica, Extensão Rural e Ensino com ênfase em Agronomia.

Plínio Henrique Oliveira Gomide, Universidade Estadual de Roraima/UERR

Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal de Lavras (2007) - UFLA, Mestrado em Ciência do Solo pela UFLA (2009), Doutor em Ciência do Solo pela Universidade Federal de Lavras (2013). Professor efetivo da Universidade Estadual de Roraima (UERR). Coordenador do Programa de Pós-Graduação Mestrado em Agroecologia - PPGA da Universidade Estadual de Roraima (Portaria N° 009 de 05 de Janeiro de 2015). Atua principalmente nos seguintes temas: Microbiologia Agrícola, Microbiologia e Bioquímica do solo, Conservação do solo e da água, Recuperação de áreas degradadas e Agroecologia.

Járisson Cavalcante Nunes, Universidade Estadual da Região Tocantina do MA

Engenheiro Agrônomo formado pela Universidade Federal da Paraíba/Campus II/Areia/PB. Durante a graduação foi bolsista de iniciação científica PIBIC durante três anos, desenvolvendo trabalhos com tema direcionado para manejo de solos afetados por sais e utilização de biofertilizante bovino. Mestre em Ciência do Solo pela Universidade Federal da Paraíba (Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo/CCA/UFPB), com área de concentração: solos em agroecossistemas familiares. Durante o mestrado participou do Programa Nacional de Cooperação Acadêmica (Procad) na Universidade Federal de Viçosa, em Minas Gerais. Doutor em Agronomia pela Universidade Federal da Paraíba (Programa de Pós-Graduação em Agronomia/CCA/UFPB), com área de concentração em Agricultura Tropical. Pós-Doutorado pela Universidade Federal de Santa Maria (Programa de Pós-Graduação em Agronomia), no Rio Grande do Sul e pela Universidade Estadual de Roraima, Programa de Pós-Graduação em Agroecologia (UERR/EMBRAPA/IFRR), Boa Vista, Roraima. Atualmente é professor da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão, Centro de Ciências Agrárias, Naturais e Letras, Campus Estreito. Atua na área de manejo e produção de culturas, manejo de solos afetados por sais, salinidade da água de irrigação, fertilidade do solo, nutrição de plantas e utilização de substâncias orgânicas e agroecológicas na produção de hortaliças e frutíferas. Revisor dos seguintes periódicos científicos: Agropecuária Técnica, Caatinga, Irriga, Revista de Ciências Agroveterinárias e Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental.

Publicado
2020-05-28
Como Citar
SOUZA, J. G.; AIRES, F. P. G.; GOMIDE, P. H. O.; NUNES, J. C. CALAGEM E ADUBAÇÃO NO CRESCIMENTO DO CAPIM MOMBAÇA EM RORAINÓPOLIS, RORAIMA. Ambiente: Gestão e Desenvolvimento, v. 13, n. 1, p. 24-35, 28 maio 2020.
Seção
Ciências Exatas e Agrárias