Análise da ocorrência e distribuição dos casos de leishmaniose no município de Pacaraima/RR no período de 2010 a 2015.

Autores

  • Luciana Moreira da Silva Secretaria de Estado de Educação - SEED/RR
  • Osvair Brandão Mussato Universidade Estadual de Roraima/UERR
  • Heila Antonia das Neves Rodrigues Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima

DOI:

https://doi.org/10.24979/makunaima.v3i2.978

Palavras-chave:

Doença, Geografia da Saúde, Roraima

Resumo

A leishmaniose é uma doença infecciosa, não contagiosa, causada por diferentes espécies de protozoários do gênero Leishmania, que acomete pele e mucosas. Primariamente, é uma infecção zoonótica, afetando outros animais que não o ser humano, o qual pode ser envolvido secundariamente. O modo de transmissão é através da picada de insetos transmissores infectados. Não há transmissão de pessoa a pessoa. A Leishmaniose Tegumentar Americana caracteriza-se por diferentes manifestações clínicas que acometem pele e mucosas. No município de Pacaraima no período de 2010 a 2015 foram notificados 158 casos de Leishmaniose Tegumentar Americana. O objetivo desta pesquisa é fazer uma Análise da Ocorrência e Distribuição dos casos de leishmaniose na cidade de Pacaraima no período de 2010 a 2015. Tendo em vista que o município de Pacaraima foi alvo de várias transformações urbanas nesse período e assim ficando vulnerável a contaminação da doença. Para tanto, a metodologia foi pautada na pesquisa exploratória, tendo como procedimentos a pesquisa bibliográfica, documental e campo.  Os dados dos casos ocorridos durante esse quadriênio foram coletados junto a Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA) através do sistema de notificação (SINAN). Neste período foram registrados vários casos de leishmaniose no município de investigação e também casos oriundos do país vizinho Venezuela, nas notificações da Leishmaniose Tegumentar Americana observou-se a presença de lesões cutâneas e mucosas. Todos os pacientes infectados foram submetidos a exames e posteriormente a tratamentos com o medicamento antimoniais pentavelentes, a droga de primeira escolha. A cidade de Pacaraima apresenta características epidemiológicas de um local endêmico, o que requer acompanhamento constante da região, para detectar precocemente quaisquer alterações na epidemiologia.

Palavras-chave: Geografia da Saúde. Roraima. Doença.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Diretrizes de pesquisa aplicada ao planejamento e gestão ambiental. IBAMA; Brasília 2008.

_______. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Vigilância Epidemiológica. Manual de vigilância e controle da leishmaniose visceral. 1. ed. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2006. 120p. Disponível em: < http://www2.fct.unesp.br/pos/geo/dis_teses/14/ms/patricia_matsumoto.pdf>. Acesso em: 16 abril 2017.

_______. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Vigilância Epidemiológica. Manual de vigilância da leishmaniose tegumentar americana. 2. ed. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2010. 180p. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manual_vigilancia_leishmaniose_tegumentar_americana.pdf>. Acesso em: 23 abril 2017.

_______. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde, Relatório de Situação: Roraima. Sistema Nacional de Vigilância em Saúde. 1. ed. Brasília: Editora do Brasil. Ministério da Saúde, 2005. Disponível em: < http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/rr1.pdf>. Acesso em: 19 abril 2017.

_______. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Manual de Vigilância da Leishmaniose Tegumentar Americana. Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde. 2. ed. atual. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2010.

DUTRA, D. de A. Geografia da saúde no Brasil. 2012.

GEO BRASIL. O estado da saúde e do meio ambiente, 2002. Disponível em: <http://www.uff.br/cienciaambiental/biblioteca/geobrasil/saude.pdf>. Acesso em: 18 abril 2017.

GIL, A. C. Como Elaborar Projeto de Pesquisa. 4. ed. São Paulo: Editora Atlas. 2009.

RODRIGUES, H. A. das N. Doenças negligenciadas no estado de Roraima: uma análise a partir da geografia da saúde para o período de 2000 a 2013. 2016. Dissertação de Mestrado.

SANTOS, F. de O. Geografia médica ou Geografia da saúde? Uma reflexão. Caderno Prudentino de Geografia. n. 32, v.1, p.41-51, jan./jun. 2010. Disponível em: <http://agbpp.dominiotemporario.com/doc/CPG32A-5.pdf>. Acesso em: 23 abril 2017.

SOUSA-GOMES, M. L. de et al. Coinfecção Leishmania-HIV no Brasil: aspectos epidemiológicos, clínicos e laboratoriais. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 20, n. 4, p. 519-526, 2011.

Downloads

Publicado

2022-01-10

Como Citar

Silva, L. M. da, Mussato, O. B., & Rodrigues, H. A. das N. (2022). Análise da ocorrência e distribuição dos casos de leishmaniose no município de Pacaraima/RR no período de 2010 a 2015. Revista Eletrônica Casa De Makunaima, 3(2), 56–67. https://doi.org/10.24979/makunaima.v3i2.978

Edição

Seção

Ciências da Natureza