A FORÇA DA DÚVIDA E A RESISTÊNCIA DO COGITO NA METAFÍSICA DE DESCARTES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24979/45

Resumo

O presente artigo pretende analisar o desenvolvimento da dúvida na obra Meditações sobre a Filosofia Primeira de René Descartes, tanto para compreender de que modo ela tem força para realizar a tarefa que lhe é atribuída pelo filósofo em sua metafísica, quanto para compreender de que modo o cogito a ela resiste. Concluímos que a força da dúvida está em seu rigor, expresso por seu aspecto metodológico, e que o cogito resiste à dúvida por expressar a própria condição do duvidar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-02

Como Citar

BORGES, M. A. A FORÇA DA DÚVIDA E A RESISTÊNCIA DO COGITO NA METAFÍSICA DE DESCARTES. Ambiente: Gestão e Desenvolvimento, [S. l.], v. 9, n. 2, 2016. DOI: 10.24979/45. Disponível em: https://periodicos.uerr.edu.br/index.php/ambiente/article/view/45. Acesso em: 16 jun. 2021.

Edição

Seção

Dossiês - Estudos Filosóficos da EAF