AUTONOMIA DOS ÓRGÃOS DE PERÍCIA CRIMINAL: UMA ANÁLISE DO ESTADO RORAIMA

Autores

  • Gilmara P. Andrade

DOI:

https://doi.org/10.24979/37

Resumo

Este artigo propõe a discussão sobre a autonomia da Perícia Criminal no Estado de Roraima, frente a uma gradativa desvinculação destes órgãos das estruturas da polícia civil, em outros estados do Brasil. Com o objetivo de evidenciar os benefícios desta autonomia, diante do quadro organizacional destes órgãos dispostos dentro das estruturas da segurança pública, que deixou uma lacuna constitucional normativa, de amplitude nacional, quanto à organização administrativa e subordinação, destes órgãos oficiais de perícia criminal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-06

Como Citar

ANDRADE, G. P. AUTONOMIA DOS ÓRGÃOS DE PERÍCIA CRIMINAL: UMA ANÁLISE DO ESTADO RORAIMA. Ambiente: Gestão e Desenvolvimento, [S. l.], v. 9, n. 2, p. 85–92, 2016. DOI: 10.24979/37. Disponível em: https://periodicos.uerr.edu.br/index.php/ambiente/article/view/37. Acesso em: 16 jun. 2021.

Edição

Seção

Artigos - Seção Varia