Análise laboratorial de solo

Modificações na geomorfologia da paisagem urbana do centro da cidade de Boa Vista – Roraima, Brasil

Autores

  • Francisleile Lima Nascimento Universidade Federal de Roraima/UFRR https://orcid.org/0000-0002-8184-6176
  • Alberto do Espirito Santos Dantas Pacheco Universidade Saint Alcuin Of York Anglican College

DOI:

https://doi.org/10.24979/makunaima.v3i5.590

Palavras-chave:

Ação Antrópica, Boa Vista – Roraima, Geomorfologia, Resíduos Sólidos

Resumo

A presente pesquisa aborda a temática da geomorfologia e paisagem urbana da cidade de Boa Vista-RR, visando caracterizar padrões de vulnerabilidades ambientais, decorrentes do uso irregular do solo, as quais favorecem impactos diretos ao meio ambiente como depósitos de resíduos sólidos, lançamento de efluentes e alteração na cobertura vegetal. Nesse sentido, o presente trabalho foi desenvolvido em perímetro urbano da cidade por meio de uma análise da descrição morfológica do relevo em 05 (cinco) pontos específicos da paisagem localizados no centro (bairro) da cidade de Boa Vista-RR. Tendo por finalidade a inter-relação entre os aspectos físicos da paisagem e a dinâmica urbana construída ao entorno. A metodologia parte da interação das pesquisas bibliográfica; pesquisa de campo e pesquisa de laboratório. O conjunto destas técnicas possibilitou na compressão, interpretação dos resultados obtidos a partir das investigações realizadas do relevo, no qual os processos de coleta de dados ocorreram em março de 2016 na cidade de Boa Vista-RR, onde os resultados foram avaliados de forma mista. Os resultados evidenciam que a geomorfologia urbana tem um grande desafio, pois o crescimento das cidades é um processo contínuo, e, independente de as cidades serem pequenas, médias ou grandes, o perigo é eminente, quando se pensa que esse crescimento, muitas vezes, é de forma desordenada, tendo em vista que muitas cidades não têm planejamento urbano. Portanto, todos os pontos apresentados nesta pesquisa trazem mazelas provenientes destas atividades antropogênicas ocasionadas na paisagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisleile Lima Nascimento, Universidade Federal de Roraima/UFRR

Geógrafa, Pesquisadora, Empreendedora Educacional, Terapeuta Holística (BIOMAGNETISMO) e Escritora. Mestre em Desenvolvimento Regional da Amazônia pela UFRR, Especialista em Geografia com Ênfase no Ensino pela UERR, Especialista em Planejamento em Gestão de Empreendimentos e Destinos Turísticos Sustentáveis pelo IFRR, Especialista em Supervisão e Orientação Educacional pela Barão de Mauá, Licenciada em Geografia pela UERR e Bacharela em Geografia pela UFRR. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Humana; Geografia Ambiental; Geografia do Turismo; Geografia da Saúde; Geografia Cultural; Geografia Urbana e demais contextos em temas multidisciplinares. Atua principalmente na temática que envolve a MORTE - Cemitérios Urbanos e Rurais, Rituais Fúnebres, Serviços Funerários, Cultura da Morte, Educação e Ensino, Políticas Públicas, Saúde Pública, Aspectos Ambientais, Planejamento Urbano, Necropolítica e Pandemia da COVID-19. Empreendedora Educacional - Professora do Salva Vidas Acadêmico (Suporte Acadêmico e Aulas de Metodologia). Membro da Equipe de Revisão no processo de editoração em publicações nas categorias de LIVROS e ARTIGOS PARA PERIÓDICOS CIENTÍFICOS. Natural da cidade de Boa Vista/RR ? Roraima ? Brasil. E-mail: leile_lima@hotmail.com 

Alberto do Espirito Santos Dantas Pacheco, Universidade Saint Alcuin Of York Anglican College

Mestrando do Programa de Pós-graduação em Ciências da Educação pela Universidade Saint Alcuin Of York Anglican College. Especialista em Docência do Ensino Superior, Educação a Distância, e em Tutoria em Educação a Distância pela Faveni. Licenciado em Geografia pela UERR

Referências

AB’SÁBER, A. N. Formas de relevo. São Paulo, SP: EDART, 1982.

CARVALHO, J. C.; SALES, M. M.; MORTARAI, D.; FÁZIO, J. A.; MOTTA, N. O.; FRANCISCO, R. A. Processos erosivos. In: CARVALHO, J. C.; SALES, M. M.; SOUZA, N. M.; MELO, M. T. S. Processos Erosivos no Centro-oeste Brasileiro. Brasília: FINATEC, 2006.

CASSETI, V. Abordagem sobre os estudos do relevo e suas perspectivas (Notas Preliminares). Anais do I Simpósio Nacional de Geomorfologia. Revista Sociedade & Natureza, Uberlândia, ano 3., n. 15., p. 37-43, 1996.

CASSETI, V. Elementos de Geomorfologia. Goiânia: Editora UFG, 1994.

CHRISTOFOLETTI, A. Geomorfologia. 2. ed. São Paulo, SP: Edgard Blucher, 1980.

COSTA, M. A.; KLUG, L. B.; PAULSEN, S. S. (orgs.). Licenciamento Ambiental e Governança Territorial: registros e contribuições do seminário internacional. Rio de Janeiro: Ipea, 2017.

GOUDIE, A. The HumanImpactonthe Natural Environment. Oxford, BasilBlackwellLtd., Inglaterra, 1990. In: GUERRA, A. J. T. Geomorfologia Urbana. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2011.

GOUDIE, A.; VILLES, H.The earthtransformed– AnIntroductiontoHumanImpactsontheEnvironement. Oxford, BlackwellPublishers, 1997. In: GUERRA, A. J. T. Geomorfologia Urbana. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2011.

GUERRA, A. J. T (org.). Geomorfologia Urbana. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2011.

GUERRA, A. J. T. Encostas e a questão ambiental 2003. In: CUNHA, S. B.; GUERRA, A. J. T. A Questão Ambiental: diferentes abordagens. 3. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2007.

GUERRA, A. J. T. O início dos processos erosivos nas encostas. In: GUERRA, A. J. T. Geomorfologia: uma atualização de bases e conceitos. 8. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008.

HADLEY, R. F.; LAL, R.; ONSTAD, C. A.; WALING, D. E; YAIR, A. RecentDevelopments in ErosionandSedimentYieldStudies. TechnicalDocuments in Hydrology. Paris, InternacionalHydroloicalProgramme, UNESCO, 1985. In: GUERRA, A. J. T. Geomorfologia Urbana. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2011.

HIGHLAND, L. M.; BOBROWSKY, P. The landslide handbook – A guidetounderstandinglandslides. O Manual de Deslizamento: um Guia para a Compreensão de Deslizamentos. Reston, Virginia, U.S. GeologicalSurvey Circular 1325. 2008.

JORGE, M. do. C. O. Geomorfologia urbana: conceitos, metodologias e teorias. In: GUERRA, A. J. T. Geomorfologia Urbana. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2011.

KAISER, E. A.; DAL OSTO, J. V.; FACCO, D. S. Influência da ação antrópica sobre processos erosivos e solapamento de margens no bairro Nova Santa Marta e Vila Bela Vista, Santa Maria - RS. In: PERES FILHO, A.; AMORIM, R. R. (orgs.). OsDesafios da Geografia Física na Fronteira do Conhecimento. Campinas: Instituto de Geociências – UNICAMP, 2017.

KÜGLER, H. ZurAufgaben der geomorphologischeForschungundKartierung in der DDR. PetermannsGeographischeMitteilungen. 1976. In: CASSETI, V. Elementos de Geomorfologia. Goiânia: Editora UFG, 1994.

LEITE, W. C. A.; CASTRO, M. C. A. A.; SCHALCH, V. Gestão e Gerenciamento de Resíduos Sólidos. Apostila didática. São Carlos, SP. 2004. In. COLESANTI, N. de F.; CASTRO, M. C. A. A. de. Subsídios para o gerenciamento de resíduos de serviços de saúde em municípios de médio porte: estudo de caso do município de Araraquara-SP. 2007.

MARCONI, M. de. A.; LAKATOS, E. M. Técnicas de Pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostras e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

MARTINS, T. I. S. Mapeamento geomorfológico da folha Piumhi, Minas Gerais. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.

MESQUITA JÚNIOR, J. M. MDL - Mecanismo de Desenvolvimento Limpo aplicado a resíduos sólidos. Gestão Integrada de Resíduos Sólidos. Karin Segala (coord.). Rio de Janeiro: IBAM, 2007.

MORAES, I. C.; CORREA, E. A.; SIQUEIRA, R, LEITE, B. S. Expansão Urbana e Degradação de Áreas de Proteção Permanente em Zonas Urbanas: O Caso do Córrego Conduta. /Rio Claro/SP. UNESP/CEAPLA, 2009. Disponível em: <http://www.ambiente-augm.ufscar.br/uploads/A2-130.pdf>. Acesso em: 04 jul. 2016.

MORGAN, R. P. C. SoilErosionandConservation. LongmanGroup, Inglaterra, 1986. In: GUERRA, A. J. T. Geomorfologia Urbana. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2011.

NASCIMENTO, F. L. Arquivo da pesquisa de campo do mapeamento e fotografias dos pontos em estudo localizados na microrregião norte na cidade de Boa Vista no estado de Roraima (CD-ROM). Boa Vista, RR, 2016.

OLIVEIRA, A. C. C. de A.; SOUZA, R. M. Dinâmica da paisagem e proposição de cenários ambientais: um estudo da planície costeira de Estância, Sergipe, Brasil. Revista de Gestão Costeira Integrada, v. 12., n. 2., p. 175-193, 2012.

PALMER, I. Applicationofland-use constrains. In: UrbanGeomorphology. (org). COATES, D. R. The Geological Society ofAmerica. Colorado, Estados Unidos, 1976. In: GUERRA, A. J. T. Geomorfologia Urbana. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2011.

PELOGGIA, A. O Homem e o Ambiente Geológico. São Paulo: Xamã, 1998.

RODRIGUES, F. L.; CAVINATTO, V. M. Lixo: de onde vem? Para onde vai? São Paulo: Moderna, 1997.

SALOMÃO, F. X. de. T. Controle e prevenção dos processos erosivos. 2012. In: GUERRA, A. J. T.; SILVA, A. S. da.; BOTELHO, R. G. M. Erosão e Conservação dos Solos: conceitos, temas e aplicações. 8. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2012.

SELBY, M. J. Hillslopematerialsand processes. Oxford, Oxford University Press. 1993. In: GUERRA, A. J. T. Geomorfologia Urbana. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2011.

SOUZA, N. da C.; PITOMBO, C.; CUNHA, A. L.; LAROCCA, A. P. C.; ALMEIDA FILHO, G. S. de. Modelo de classificação de processos erosivos lineares ao longo de ferrovias através de algoritmo de árvore de decisão e geotecnologias. BCG - Boletim de Ciências Geodésicas, Curitiba, v. 23., n. 1., p. 72 - 86, 2017.

Downloads

Publicado

2021-07-19

Como Citar

Nascimento, F. L., & Pacheco, A. do E. S. D. (2021). Análise laboratorial de solo: Modificações na geomorfologia da paisagem urbana do centro da cidade de Boa Vista – Roraima, Brasil. Revista Eletrônica Casa De Makunaima, 3(1), 5–18. https://doi.org/10.24979/makunaima.v3i5.590