SOBRE A ANALOGIA ENTRE NATUREZA E ARTE EM KANT

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24979/40

Resumo

Este trabalho pretende selecionar algumas passagens da Crítica da Faculdade do Juízo para estabelecer características profundas sobre a analogia entre natureza e arte bela. Para isto, usamos a definição de arte em geral, que coloca a vontade livre como fundamento da obra, e a definição de arte bela, na qual a natureza prescreve a regra à arte.Além disso, há passagens da Dialética da Faculdade de Juízo Estética, que contém não só a resolução da antinomia do gosto, mas também o idealismo do belo na natureza e a simbologia da natureza com a moral (fundamentada na vontade livre), que tornam possível uma analogia entre a natureza e arte bela.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-02

Como Citar

CITRO, D. SOBRE A ANALOGIA ENTRE NATUREZA E ARTE EM KANT. Ambiente: Gestão e Desenvolvimento, [S. l.], v. 9, n. 2, 2016. DOI: 10.24979/40. Disponível em: https://periodicos.uerr.edu.br/index.php/ambiente/article/view/40. Acesso em: 2 ago. 2021.

Edição

Seção

Dossiês - Estudos Filosóficos da EAF