Verificação das Potencialidades do Camarão de água doce Macrobrachium jelskii (Miers, 1877) com o cultivo em viveiros de tambaqui Colossoma macropomum no Município de Alto Alegre no Estado de Roraima

Autores

  • Ronilson Moura Cavalvante Universidade Estadual de Roraima

DOI:

https://doi.org/10.24979/222

Palavras-chave:

Camarão, Roraima, Tambaqui, Desenvolvimento sustentável

Resumo

No passado tentou-se a introdução do camarão M. rosenberguii no Estado de Roraima, porém a falta de manejo adequado e o custo elevado da ração levaram a decadência do projeto, contudo,  o Estado apresenta condições propícias para o desenvolvimento da Carcinicultura, como clima favorável, abundancia de água e temperaturas elevadas o ano todo, sendo requisitos  considerados essenciais para a criação de camarão. Recentemente, verificou-se a ocorrência de camarão em viveiros de tambaquis na fazenda Novo Paraíso, no município de Alto Alegre, Estado de Roraima. Depois de observar a grande concentração de camarão na despesca realizada no viveiro de n°12, começou-se a catalogação de alguns exemplares para a pesquisa. A espécie  pesquisada Macrobrachium jelskii (Miers, 1877) provavelmente poderá ser uma alternativa no cultivo de camarões de água doce em Roraima. É uma espécie que se tem observado aceitável grau de adaptação com o tambaqui em um sistema de cultivo. Nesse entendimento conclui-se que nos viveiros onde possui o cultivo de camarão com tambaqui, a produtividade manteve-se  nos níveis normais e considerado padrão para o dono da fazenda.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-01-10

Como Citar

CAVALVANTE, R. M. Verificação das Potencialidades do Camarão de água doce Macrobrachium jelskii (Miers, 1877) com o cultivo em viveiros de tambaqui Colossoma macropomum no Município de Alto Alegre no Estado de Roraima. Ambiente: Gestão e Desenvolvimento, [S. l.], v. 6, n. 1, p. 45–53, 2014. DOI: 10.24979/222. Disponível em: https://periodicos.uerr.edu.br/index.php/ambiente/article/view/222. Acesso em: 19 jun. 2021.

Edição

Seção

Artigos - Seção Varia