Estação Ecológica de Maracá

Uma aula-passeio como possibilidade de espaço não-formal de educação

Autores

  • Caroline dos Santos Vontobel Universidade Estadual de Roraima/UERR
  • Gisele Bordonal Tressoldi Instituto de Amparo a Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Roraima
  • Ricardo Jouglas Oliveira Moura Universidade Estadual de Roraima/UERR
  • Patrícia Macedo de Castro Universidade Estadual de Roraima/UERR

DOI:

https://doi.org/10.24979/bolmirr.v12i02.656

Palavras-chave:

Pedagogia de Freinet, Aula-passeio, Espaços Não-formais de Educação, Formação de Professores

Resumo

Fundamentando-se nos princípios da pedagogia de Celestin B. Freinet, a aula-passeio é um momento descobrir e sentir novas sensações, despertando interesses e curiosidades nos alunos em vivenciar experiências educativas em espaços não-formais de educação. O objetivo deste trabalho é relatar uma  experiência de aula-passeio com alunos da graduação em uma área natural. Estas visitas têm como intuito colaborar com a melhoria do ensino de conceitos  interdisciplinares voltados a natureza. O relato é fruto de observações feitas nas trilhas da Estação Ecológica de Maracá, sobre contribuições do uso de espaços  não-formais de educação com uma turma de alunos do quinto período de Licenciatura em Ciências Biológicas, no Estado de Roraima. A pesquisa em questão  apresenta uma abordagem qualitativa, envolvendo pesquisa participante, bibliográfica e de campo. Para tanto foram elaborados textos livres, identificando a compreensão e percepção dos licenciandos sobre a utilização dos espaços não-formais e sua relação com o processo de ensino e aprendizagem. O estudo  demonstra que a proposta pedagógica das aulas-passeio pode vir a complementar a necessidade dos discentes da graduação em aprender a partir do contexto e de suas vivências, já que propõe uma visão de muitas particularidades do conhecimento e não mais de um conhecimento particular. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Caroline dos Santos Vontobel, Universidade Estadual de Roraima/UERR

Universidade Estadual de Roraima, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Rua Sete de Setembro, 31,
Canarinho, CEP 69.307-290, Boa Vista, RR, Brasil.

Gisele Bordonal Tressoldi, Instituto de Amparo a Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Roraima

Museu Integrado de Roraima, Instituto de Amparo a Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Roraima. Av. Brigadeiro Eduardo Gomes, 2868, Parque Anauá, Bairro dos Estados, CEP 69.305-010, Boa Vista, RR, Brasil.

Downloads

Publicado

2018-12-10

Como Citar

CAROLINE DOS SANTOS VONTOBEL; GISELE BORDONAL TRESSOLDI; RICARDO JOUGLAS OLIVEIRA MOURA; PATRÍCIA MACEDO DE CASTRO. Estação Ecológica de Maracá: Uma aula-passeio como possibilidade de espaço não-formal de educação. Boletim do Museu Integrado de Roraima (Online), Brasil, v. 12, n. 02, p. 30-38, 2018. DOI: 10.24979/bolmirr.v12i02.656. Disponível em: https://periodicos.uerr.edu.br/index.php/bolmirr/article/view/656. Acesso em: 26 set. 2020.